01/11/2015 – O Poder do nome de Jesus
Por Comunicação BNA | 710 Visualizações | 02/11/15

58055_Papel-de-Parede-Jesus-Cristo_1152x864

Sem. 01 a 07/11/2015
Atos 4:7-13

Todo ser humano ao nascer recebe um nome, para sua identificação ao longo de sua vida. No original grego nome é escrito como onoma  que significa o nome pelo qual uma pessoa é chamada.  O texto de Atos relata a prisão dos apóstolos Pedro e João, devido ao benefício feito a um homem coxo de nascença (Atos 3:2-10). Os apóstolos foram questionados pelas autoridades em relação a tal grande feito: “Com que poder e em nome de quem fizeste isto”? E a resposta dada àquelas autoridades foi objetiva, profunda e grande em poder: “…, a quem vós crucificastes, e a quem Deus em nome de Jesus Cristo o Nazareno ressuscitou dentre os mortos, sim, em seu nome é que este está curado perante vós”.

Os impedimentos que o pecado trouxe para o ser humano não podem ser eliminados pelos esforços físicos do homem. Somente o poder milagroso de Jesus Cristo pode restaurar e transformar a quem sofre do corpo e da alma. Nem a ciência médica no físico, como tampouco as religiões no espiritual puderam fazer para o homem o que tem feito o Nome de Jesus Cristo. Bem disse o apóstolo Pedro em seu segundo sermão. E em nenhum outro há salvação; porque não há outro nome baixo o céu dado aos homens, em que possamos ser salvos; (At. 4:12).

  1. O Nome de Jesus em operação: Em Atos 3:1-11 identificamos quão grande é o poder no Nome de Jesus, O milagre relatado neste texto é o primeiro de muitos milagres físicos que se efetuaram no Nome de Jesus Cristo. Os primeiros 11 versículos descrevem o milagre do paralítico que não era para Pedro e João um desconhecido. Mas esse dia especial, enquanto entravam no templo a orar, o homem necessitado lhes pediu esmolas e por inspiração divina, eles focaram toda sua atenção para ele. Imediatamente ele deixou de ser um homem de dores, oprimido e muitas vezes esquecido e se converteu em uma alma necessitada por quem Cristo morreu e ressuscitou. Como acontece em muitos casos, ele pedia uma coisa e Deus lhe deu o que menos esperava. Pedro lhe suplicou que os olhasse e logo lhe disse: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho te dou; em nome de Jesus Cristo de Nazaré, te levante e anda; (At. 3:6). Que tremendo é o poder de Deus, e o poder do Nome de Jesus nos alcançou hoje, para também vivermos uma vida abundante na sua presença, esse Nome tem poder, para mudar a nossa vida em todas as áreas: espiritual, material e conjugal.
  1. O Nome de Jesus, Nosso Poder para Ministrar: “;…E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai…”; (Cl. 3:17). Que privilégio conhecer seu Nome! Agora mais que nunca o Nome de Jesus Cristo pode e deve ser nossa “grande arma de batalha”. Esse nome não perdeu sua autoridade nem seu poder. Como cristãos temos o dever de usar esse Nome com fé, para desfazermos todas as obras do inimigo sobre a nossa vida, sobre a vida da nossa família, nossos discípulos, para declararmos a cura das enfermidades e libertação dos cativos. “E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no FilhoJoão 14:13.

Conclusão: Foi Jesus quem venceu o pecado, Satanás, a doença, a morte, o inferno e o túmulo; e nós temos o direito legal de utilizar Seu Nome. “Esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a Sua vontade, ele nos ouve. E, se sabermos que nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que alcançamos as petições que lhe fizemos“.1 João 5:14-15.

Prs. Fabiano Batista e Wivian Dias de Freitas Batista
“Restaurando o Altar para Legitimar uma Colheita Fiel”
Acesse: www.bna12.com.br

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

 Top