08/02/2015 – A Consagração a Deus Atrai a Sua Unção. Parte I
Por Comunicação BNA | 626 Visualizações | 09/06/15

deus-precisa-da-fe-para-realizar-milagres

Sem. 08 a 14/02/2015
Jz. 13:1 – 7, 24

Int. É preciso entender que a Unção de Deus é resultante de uma vida consagrada, dedicada ao Senhor. Como quase tudo na vida, queremos colher o resultado que não trabalhamos para tê-lo. É muito comum encontrarmos pessoas, admirando e anelando o resultado de outras pessoas, sem ao menos procurar saber o caminho pelo qual
a levou aquele nível de conquista. A unção de Deus é uma dádiva que vem do próprio Deus, é o resultado da presença de Deus em nossas vidas, é fruto de uma vida devotada a Deus e à Sua palavra. Sansão era consagrado a Deus, e por isso a sua vida deveria ser guiada por princípios que o diferenciava dos demais. Assim como Sansão nós também somos consagrados a Deus, e a nossa vida deve ser norteada pelos princípios do Reino de Deus. Quando esses princípios são observados, inevitavelmente, nos diferencia neste mundo. E essa percepção não se dará somente por meio de nossas vestes, comprimento do cabelo ou ainda pela bíblia que empunhamos. Mas será percebida por uma vida íntegra e reta diante de Deus, demonstrada no nosso estilo de vida.

“A consagração é uma das condições para que o cristão seja usado por Deus”

1) A Unção do Senhor nos dá força para vencer as guerras espirituais – A força que estava sobre a vida de Sansão vinha do Espirito de Deus. Ele era um homem comum. Era inexplicável como tanta força poderia vir de um homem. A bíblia não relata que ele tinha uma estrutura óssea ou muscular que causasse admiração, como a do gigante Golias. Mas nem um exército inteiro poderia contê-lo; as feras do campo não poderiam lhe fazer mal e as portas das cidades não eram capaz de detê-lo (Jz. 16:1-3). A consagração atrai a Unção e a Unção traz o poder de Deus sobre a nossa vida. A bíblia diz que O Espirito do Senhor vinha sobre Sansão e o capacitava para vencer os seus inimigos. A Unção de Deus em nossa vida nos dará força para vencer, para continuar, e não retroceder jamais na caminhada que nos está proposta pelo Senhor. Não somos diferentes, não temos superpoderes e nem uma varinha mágica para vencer as afrontas do inimigo. Mas temos a Unção de Altíssimo que quebra o jugo, que desbarata as ferramentas das trevas contra a nossa vida. Aleluia! Gloria a Deus!

2) Preservando uma vida de Consagração para manter a Unção de Deus – O inimigo da nossa alma é estrategista, é calculista e astuto. A bíblia diz “que ele não veio se não para matar, roubar e destruir” (Jo. 10: 10). Ele sabe que a nossa consagração a Deus é a fonte da nossa força espiritual, pois em Deus somos reabastecidos diariamente. Por isso, o inimigo sempre mantém a mesma estratégia, que é seduzir o cristão com o intuito de quebrar a consagração espiritual. Observe que Sansão por ser consagrado a Deus (ele era Nazireu), entre outros princípios a ser observado, não poderia beber vinho e nem tocar em cadáver (morto). Mas Sansão encontrou mel na carcaça de um leão que ele mesmo havia matado, pegou o mel comeu e deu a seus pais (Jz. 14:1-9). É isso que o inimigo faz, coloca mel no pecado, da o sabor
de mel naquilo que é desagradável aos olhos de Deus para manter as pessoas presas e enganadas nas sombras do pecado. Sansão não podia beber bebida forte, mas sempre procurava um jeito de ficar debaixo das sombras das vinhas.

Conclusão: O inimigo tem levado muitos cristãos a perderem a comunhão com Deus, os quais, por conta disto, não encontram mais forças para lutar contra o pecado. O inimigo sempre vai dizer que se você não cometer o pecado não tem problema ficar à sua margem. É assim que muitos estão brincando com o pecado sem levar em consideração as suas implicações. O inimigo sempre vai colocar mel no que é proibido. Mas em Deus encontramos toda força necessária para vencer todo tipo de malignidade do império das trevas. Por isso não abra mão da sua comunhão com o Senhor, pois dEle recebemos a Unção que quebra o jugo e nos faz prevalecer. Gloria a Deus!

03/02/15. “Restaurando o Altar para Legitimar uma Colheita Fiel”
Apls. Ivanildo e Cassia Beatriz.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

 Top