08/11/15 – Maturidade: quesito para comunhão com Deus
Por Comunicação BNA | 329 Visualizações | 09/11/15

arvore1

Sem. 08 a 14/11/15

“Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido”. (1 Cor. 13:11,12).

Logo nos primeiros minutos de sua vida a criança precisa de alimento, e o primeiro alimento oferecido ao bebe é o leite, pois ao nascer ele precisa ser alimentado. Em cada faixa etária do ciclo de vida a alimentação vai mudando de acordo com a necessidade da criança (do leite materno, a papinha até o alimento sólido). A alimentação é baseada de acordo com as necessidade da criança com o propósito de proporcionar um crescimento saudável.
O apóstolo Paulo adverte a igreja de Corinto a abandonar as coisas de menino. “E eu, irmãos não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a criancinhas em Cristo. Leite vos dei por alimento, e não comida sólida, porque não a podeis suportar; nem ainda agora podeis”; (1 Cor. 3:1,2). Neste texto a igreja é ensinada a desenvolver o crescimento espiritual para poder receber o que realmente o Senhor tem preparado para o seu povo.

“A comunhão com Deus reflete o exercício da fé independentemente das circunstâncias”.

Pontos básicos para desenvolver a maturidade:
1)Abandonar as coisas de crianças – Hebreus 5:13. Precisamos abandonar as coisas de meninos, abandonar a vontade da nossa carne, abandonar o “leitinho”. Em alguns momentos da nossa vida, que nos tornamos birrentos, e não queremos mudar de alimento, não saímos da fase de menino, muitas vezes o Senhor quer nos entregar algo maior, mais não consegue, porque nos recusamos a sair da fase de crianças e crescer.

2)Buscar o crescimento espiritual – Hebreus 5: 14. Precisamos crescer em Deus, sermos espirituais, discernir entre o bem e mal, decidir por servir , e buscar alimento sólido, o Senhor quer nos levar a lugares altos. Temos que reconhecer o poder de Deus em nossa vida.

3)Aceitar a correção do Senhor – Hebreus 12: 6 ao 11. Quando aceitamos a correção de Deus , ela produz em nós o fruto da justiça. O Senhor nos corrige com o propósito de gerar o crescimento, e nos levar ao processo de maturidade para que assim deixemos de ser “meninos” e chegarmos a nossa fase adulta.

4)Mantenha o firme propósito de servir ao Senhor – Lucas 14: 26 e 27. Saber que neste plano temos luta e precisamos carregar a nossa cruz, precisamos ser discípulos de Jesus, segui-lo mesmo que a situação seja contraria, mesmo quando tudo parece difícil. Ainda que seja preciso abrir mão de algo para permanecer no centro da sua vontade.

Conc. Aprender agir como homens e mulheres tementes a Deus, reconhecer o Senhorio de Deus em nossas vidas, saber que somos provados para ser aprovados no final, entendermos que somos seres humanos e que estamos sujeitos a todos tipos de dores, desilusões, e ingratidão, mas sobretudo ser maduros para que alcancemos a COROA DA VIDA.
“Bem-aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam” (Tg. 1:12).

Pra. Luciene Alencar
“Restaurando o Altar para Legitimar uma Colheita Fiel”
Acesse: www.bna12.com.br

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

 Top